Din Mica De Neg Cios Lucrativos

Quem tem medo de aristóteles

O serviço de igreja de manhã em dias úteis começa às 7 (no tempo europeu 4 horas de manhãs um escritório de meia-noite. Então as matinas, as 1as, 3as e 6as horas e uma liturgia seguem. Quase em todos os mosteiros na Montanha Sagrada o cânone molebny da Mãe do Deus canta-se diariamente. Este canto faz-se justo antes de uma refeição de dia, mas em alguns mosteiros por causa da conveniência - ao mesmo tempo depois de uma liturgia.

Typicons falam do canto do primeiro kathisma: "stikhoslovy" o marido" em uma voz do 8o abençoa-se, começa-o não coro inicial, mas outro, segundo salmo - coro inicial e terceiro - novamente o segundo coro". Contudo em canto de prática moderno do primeiro kathisma muitas vezes em quedas gerais.

Infelizmente, recentemente priors de alguns mosteiros diretamente durante uma refeição dão a palavra ao governador ou outros funcionários da administração grega. Tal inovação desafia a maioria de aphanites que regularmente acreditam que uma refeição - o lugar do próprio modo sagrado e não se destina para cumprimentos wordly.

Segue do dito que em Athos como um sujeito de leituras Scriptus do Novo Testamento, quanto a sua interpretação e na comunicação com ele criações patristical, e em vigílias sagradas - zhitiyny narrações e panegírico entrega não tanto estes sagrados. Na criação da leitura, por via de regra, fazem um total onde a leitura subsequente é continuação prévia. Tal sistema causa-se pela necessidade de observar a indicação do typicon na realização da vigília no levantar do sol e dá a um ekklisiarkh que ele mesmo regula o volume disto ou que leitura, meios do controle sob a duração agripniya. Neste sentido leituras, segundo uma expressão apta de Antonin archimandrite (Kapustin, são "a melhor ajuda a estender-se da vigília de Varar a noite realmente em toda a noite".